Tags

, , , , , , , , , ,

This year, the 5th edition of the Italian Cinema Party brought me 3 long and 5 short films…I divided my viewings by Guimarães and Porto. In the previous editions I had limited my experience to the Coimbra extension and the 1st conclusion I take is that the public for Italian cinema in both Guimarães and Porto is very apathetic. I say Italian cinema public ’cause I had previous experiences in Porto, in all artistic areas, including cinema, where the public wasn’t apathetic at all…

As for the films…Emanuele Crialese keeps on doing a great job and “Terraferma” is a beautiful film. I also liked “Corpo Celeste” a lot. The short I liked best as a huge name and is not featured on IMDB “Della Mutevolezza Di Tutte Le Cose E Della Possibilità Di Cambiarne Alcune”. “Il Capo” is visually very pretty. And I could have done without watching “In Attessa Dell’Avvento”…

I’m sad that in Porto the Italian Cinema Party can’t manage to get a lot of viewers. That really limits the amount of films available for viewing when compared to Lisbon…We are always bitching that in Lisbon there is more happening, but if when things happen in Porto the public doesn’t respond, maybe there’s a reason for it!

Terraferma

Corpo Celeste

Sette Opere di Misericordia

Della Mutevolezza Di Tutte Le Cose E Della Possibilità Di Cambiarne Alcune

A Chjàna

Il Capo

L’Estate Che Non Viene

In Attesa Dell’Avvento

Este ano, a 5ª edição da Festa do Cinema Italiano trouxe-me 3 longas e 5 curtas metragens…Dividi os meus visionamentos por Guimarães e Porto. Nas edições anteriores a minha experiência reduziu-se às extensões de Coimbra e a primeira conclusão que tiro deste ano, é que os públicos de cinema Italiano de Guimarães e Porto são muito apáticos. Digo públicos de cinema Italiano, porque no Porto já tive experiências de públicos em nada apáticos, em todas as áreas artísticas, cinema incluído…

Quanto aos filmes…Emanuele Crialese volta a trazer-nos um filme bem bonito com “Terraferma”. Também gostei muito do “Corpo Celeste”. Nas curtas, a que gostei mais tem um título bem comprido e não consta do IMDB “Della Mutevolezza Di Tutte Le Cose E Della Possibilità Di Cambiarne Alcune”. “Il Capo” é visualmente muito bonito. Teria ficado bem se “In Attesa Dell’Avvento” não fizesse parte da programação…

Fico triste que no Porto a Festa do Cinema Italiano não consiga captar um público vasto e que isso faça com que a programação do festival, quando comparada com a programação de Lisboa, seja tão diminuta…Estamos sempre a reclamar que em Lisboa há mais e se faz mais, mas se quando há e se faz o público não adere, talvez haja uma razão para que assim seja!